O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), é um equipamento vinculado à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) e constitui a hemorrede pública estadual com serviços e atendimento de hemoterapia e hematologia. O Hemoce está estruturado e organizado para atender a população cearense em todo o território estadual com serviços regionalizados e atendimento descentralizado aos 184 municípios e toda a população do Ceará. A partir do Hemoce, a hemorrede estadual garante a cobertura transfusional a todos os leitos do SUS no estado, além de atendimento a outras demandas, totalizando mais de 450 estabelecimentos hospitalares e ambulatoriais com mais de 18.000 leitos atendidos. Os programas de coagulopatias hereditárias e hemoglobinopatias também estão sob responsabilidade e coordenação do Hemoce. Veja aqui o nosso organograma.

 

 

 

 

 

Nossa História

 

O Hemoce iniciou as atividades como hemocentro público do Ceará em 23 de novembro de 1983 e hoje atende a demanda transfusional de pacientes em cerca de 500 unidades de saúde no estado, ajudando a salvar vidas de pacientes que necessitam de transfusão de sangue.

 

Com unidades em Fortaleza e no interior do Ceará, o conjunto da assistência forma a Hemorrede Pública Estadual. A estrutura é composta pelo Hemocentro Coordenador, com sede em Fortaleza; dois Postos de Coleta de Sangue, um no Instituto Dr. Jose Frota – IJF, e outro localizado na Praça das Flores e quatro Hemocentros Regionais, nos municípios de Sobral, Quixadá, Crato e Iguatu; um Hemonúcleo, em Juazeiro do Norte. A hemorrede conta também com sessenta e quatro Agências Transfusionais localizadas nos hospitais atendidos pelas unidades da capital e interior do Ceará.

 

Cada hemocentro é responsável pela realização do atendimento a doadores e pacientes em sua área de cobertura, de acordo com o mapa a seguir, tendo competência para realizar todos os passos do ciclo do sangue à exceção da sorologia que está centralizada há mais de uma década no Hemocentro de Fortaleza, o que trouxe segurança e agilidade para o controle sorológico dos hemocomponentes, visando a prevenção das doenças transmissíveis pelo sangue. A Hemorrede Pública Estadual também é responsável pelo cadastro de doador de medula óssea, que pode ser feito em todos os postos de coleta em Fortaleza e no interior. O Hemoce O Hemoce também coleta células para transplante de medula alogênico não aparentado, em pacientes de outros estados e países.

 

 

Missão

Promover a política estadual do sangue e atuar com excelência e inovação em hemoterapia, hematologia, diagnóstico clínico e transplantes, como suporte ao sistema de saúde.

 

 

Visão

Consolidar-se como rede autossustentável e de referência internacional na atenção, geração de conhecimento e soluções na área do sangue e transplantes

 

 

Valores

Esses valores pressupõem também o conjunto de regras a serem cumpridas para que obtenha os resultados positivos esperados pela organização, seus clientes e parceiros. São a ética e a filosofia da empresa, o que está por trás, o que inspira e o que determina o comportamento de seus colaboradores.
Então, o que inspira os colaboradores do Hemoce e o que significa SER HEMOCE?

Solidariedade
Ética
Responsabilidade
Humanização
Excelência
Modernização
Organização
Confiança
Empatia

 

Esse é o conjunto de valores que guiam o Hemoce em suas ações e desafios.

 

 

Política da Qualidade

É compromisso do HEMOCE gerar produtos e serviços na área do sangue, diagnóstico clínico e transplante confiáveis e seguros, buscando melhoria contínua dos processos, com sustentabilidade, inovação, desenvolvimento profissional e geração de conhecimento para alcançar a satisfação das partes interessadas.

 

 

 

Hemorrede Pública do Ceará

 

A Hemorrede Pública Estadual é formada por um Hemocentro Coordenador, com sede em Fortaleza; quatro Hemocentros Regionais, localizados nos municípios de Sobral, Quixadá, Crato e Iguatu; um Hemonúcleo, em Juazeiro do Norte; um Posto de Coleta de Sangue no Instituto Dr. Jose Frota – IJF, um Posto de Coleta na Praça das Flores e sessenta e quatro Agências Transfusionais localizadas nos hospitais atendidos pela hemorrede em Fortaleza e municípios do interior do Ceará.

Cada hemocentro é responsável pela realização do atendimento a doadores e pacientes em sua área de cobertura, de acordo com o mapa a seguir, tendo competência para realizar todos os passos do ciclo do sangue à exceção da sorologia que está centralizada há mais de uma década no Hemocentro de Fortaleza, o que trouxe segurança e agilidade para o controle sorológico dos hemocomponentes, visando a prevenção das doenças transmissíveis pelo sangue.

 

 

 

De acordo com a lei 10.205 de 21 de março de 2001, faz parte da competência da Política Nacional do Sangue a atenção a portadores de coagulopatias e hemoglobinopatias congênitas. Os Hemocentros estão envolvidos com o atendimento a esses pacientes além do atendimento ambulatorial a pacientes hematológicos através de consultas médicas especializadas e atendimento pela equipe multidisciplinar. Todas as unidades dispõem também de laboratórios especializados no diagnóstico de doenças hematológicas, coagulopatias e hemoglobinopatias hereditárias.

 

A Hemorrede do Ceará está estruturada e organizada para atender a população cearense em todo o território estadual. A regionalização dos serviços possibilita o atendimento descentralizado a 184 municípios, 8.904.459 milhões de habitantes, 327 estabelecimentos hospitalares, 156 estabelecimentos ambulatoriais, 64 Agências Transfusionais e 18.843 leitos, possibilitando, dessa forma, o acesso de doadores e pacientes aos serviços da Hemorrede.

 

REGIONAL DE HEMOTERAPIAMUNICIPIOSPOPULAÇÃOESTABELECIMENTOS HOSPITALARESESTABELECIMENTOS
AMBULATORIAIS
TOTAL%TOTAL%TOTAL%TOTAL%
FORTALEZA4725,547.755,86453,4115447,098151,92
CRATO2815,22964.46810,834212,841811,54
IGUATU2513,59687.5867,72309,1785,13
QUIXADÁ2513,59746.1198,38329,791710,90
SOBRAL5932,071.750,42219,666921,103220,51
TOTAL1841008.904,459100327100156100

 

 

 

Veja aqui a nossa estrutura organizacional

 

Organograma Hemoce 2022

 

 

 

Serviços e Atendimento

 

O Hemoce atende à população do estado do Ceará através dos Serviços Hemoterápicos, Serviços Hematológicos, Serviços de apoio ao Transplante de Medula Óssea – TMO, Centro de Processamento Celular – CPC.

 

 

Serviços Hemoterápicos

 

Referem-se às atividades relacionadas ao ciclo do sangue. Compreende todo o processo de obtenção de sangue:

1. Captação de doadores voluntários de sangue:

2. Triagem clínica do candidato à doação

3. Coleta de sangue para transfusão:

4. Processamento do sangue:

5. Desleucocitação de concentrado de hemácias e concentrado de plaqueta

6. Exames sorológicos

7. Exames imunohematológicos

8. Armazenamento e distribuição de hemocomponentes

 

 

Ainda são disponibilizados à população procedimentos especiais de hemoterapia e de transfusão de sangue, quais sejam:

1. Aférese Terapêutica

2. Recuperação intraoperatória de sangue (RIOS)

3. Compatibilidade do sangue para transfusão:

4. Transfusão Ambulatorial

5. Transfusão Hospitalar

 

 

Serviços Hematológicos

 

Referem-se às atividades relacionadas ao diagnóstico e tratamento ambulatorial e hospitalar de doenças hematológicas:

1. Atendimento a pacientes com doença falciforme e outras hemoglobinopatias e pacientes com coagulopatias hereditárias em todo estado.

2. Atendimento a pacientes hematológicos: atendimento ambulatorial de pacientes de hematologia geral que residem no interior do estado do Ceará, a partir dos Hemocentros Regionais.

3. Aplicação de Fator de Coagulação: reposição de fatores específicos da coagulação em pacientes com coagulopatias congênitas ou adquiridas através de punção venosa.

4. Sangria Terapêutica: retirada de volume pré-determinado de sangue total em situações de aumento patológico dos componentes sanguíneos (polictemia vera, hemocromatose, etc.)

5. Testes diagnósticos especializados: realização de exames laboratoriais para diagnóstico em hematologia geral, coagulação sanguínea, hemoglobinopatias, citometria de fluxo, patologia e citologia de medula óssea.

 

 

Serviços de apoio ao Transplante de Medula Óssea – TMO

O Transplante de Medula Óssea – TMO no estado do Ceará é realizado a partir da atuação do Hemoce na coleta, processamento e criopreservação de células progenitoras para transplante de medula óssea, sendo as células, então, encaminhadas para os serviços transplantadores.

 

O Hemoce é responsável ainda pelo cadastramento de doadores voluntários de medula óssea no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea – REDOME, possibilitando a identificação de doadores alogênicos não aparentados para pacientes no Brasil e no mundo. A partir de 2012 passou ainda a realizar procedimentos de avaliação, mobilização, coleta e processamento de células de doadores não aparentados selecionados pelo REDOME, para transplante alogênico de Medula Óssea em serviços de outros estados e países.

 

Centro de Processamento Celular – CPC

O Hemoce realiza a coleta, processamento e acondicionamento de células tronco de cordão umbilical e placentário. Este procedimento pode ser realizado em mães que consintam na doação, que possuem perfil e tiverem seus filhos nas maternidades credenciadas (Maternidade Escola Assis Chateaubriand – MEAC, Hospital Geral Dr César Cals – HGCC e Hospital Nossa Senhora da Conceição – HNSC). É possível, com planejamento prévio e atendimento aos requisitos técnicos da legislação vigente, realizar coletas em outros hospitais e maternidades da cidade de Fortaleza, bem como para atendimento a doadores aparentados. As células doadas são processadas e permanecem criopreservadas para utilização em pacientes selecionados pelo Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea – REREME.

 

 

Ampliação do atendimento no Estado

 

A partir da década de 90, foram inaugurados os Hemocentros Regionais que recebem os doadores para coleta de sangue, realizam cadastro de medula óssea e oferecem atendimento ambulatorial a pacientes. Cada hemocentro é responsável pela realização do atendimento a doadores e pacientes em sua área de cobertura, de forma estruturada e organizada para atender toda a população no território estadual. Atualmente, o Hemoce conta com unidades em Quixadá, Crato, Juazeiro do Norte, Iguatu e Sobral.

 

Banco de doadores raros

 

Desde 2014, o Hemoce conta com um banco de doadores raros. São cadastrados doadores que apresentam fenótipos sanguíneos raríssimos, como por exemplo, o Bombay. Na Índia, a prevalência desse fenótipo é de um a cada 10 mil e na Europa, um a cada um milhão. O Hemoce já enviou hemocomponentes raros para quatro estados brasileiros e o Distrito Federal. Em 2017, o Hemoce foi o primeiro hemocentro do Brasil a enviar sangue raro para outro país.

 

Cadastro de medula óssea

 

Atualmente são cerca de 200 mil pessoas cadastradas pelo Hemoce no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome). O Ceará é o estado da região Norte e Nordeste com maior número de pessoas cadastradas. O Hemoce também coleta células para transplante de medula alogênico não aparentado, em pacientes de outros estados e países.

 

 

 

Certificação e reconhecimento

 

Ao longo desses 37 anos, o Hemoce se destaca como uma instituição de qualidade e excelência, certificado pelo ISO 9001, padrão de avaliação dos sistemas de gestão da qualidade de produtos e serviços no mundo.

 

 

 

 

Organização Parceira do Transplante

 

O Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemoce) foi reconhecido pela Coordenação-Geral do Sistema Nacional de Transplantes (CGSNT), do Ministério da Saúde como uma instituição colaboradora no desenvolvimento de projetos e esforços empreendidos na promoção e qualificação do processo de doação e transplantes no Brasil. O reconhecimento do Hemoce foi instituído através da Portaria nº 1080/2013 que cria e autoriza a utilização do selo “Organização Parceira do Transplante”.

 

 

Certificação ISO 9001:2015

 

O Centro de Hematologia e Hemoterapia (Hemoce) conquistou em abril de 2012 a certificação do Sistema de Gestão de Qualidade no Ciclo do Sangue – Processos de Captação, Triagem, Coleta, Processamento, Sorologia, Imunohematologia, Armazenamento, Transporte, Ambulatório de Transfusão e Distribuição – através da Norma ISO 9001, versão 2008. O Hemoce é o primeiro banco de sangue do Nordeste a conquistar a certificação. Em Junho de 2018 conquistou a recertificação na Norma ISO 9001, versão 2015 e em novembro de 2018 obtivemos a ampliação do Sistema de Gestão de Qualidade no Hemocentro Coordenador em Fortaleza e nos Hemcoentros Regionais de Crato e Sobral.

 

 

Prêmio Ceará Gestão Pública

 

O Centro de hematologia e hemoterapia do Ceará (Hemoce), foi agraciado por três vezes seguidas com o prêmio Ceará Gestão Pública. Em 2011, o hemocentro foi premiado com a faixa bronze, em 2012 com a faixa prata e em 2013 com a faixa ouro. O prêmio Gespública, iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria do Planejamento e Gestão, em parceria com o Comitê Gestor do Núcleo Estadual do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (GesPública) é realizado em ciclos anuais de premiação e seu dinamismo de avaliação tem por base o Modelo de Excelência em Gestão Pública – MEGP – 500 pontos.