Doação de Medula Óssea

 

Cadastro de Candidatos a Doação de Medula Óssea

Para se cadastrar como doador de medula óssea é necessário:

– Ter entre 18 e 35 anos;

– Não ter tido câncer;

– Apresentar documento de identidade

O cadastro será concluído com a assinatura de um Termo de Consentimento e a coleta de uma amostra de sangue (10ml).

 

 

IMPORTANTE: Durante o cadastro deverá ser fornecido dois nomes e telefones de contatos, para que seja possível localizá-lo, caso haja compatibilidade com algum paciente.

Lembre-se: O cadastro é único, você só precisa mantê-lo atualizado. Ligue para o Núcleo de Medula do Hemoce (85) – 3101.2288 ou envie um e-mail para nucleo.medula@hemoce.ce.gov.bre informe que deseja atualizar seu cadastro.

 

Hemoce atende portaria do Ministério da Saúde que altera idade para cadastro de medula óssea

 

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) informa que, em cumprimento à portaria do Ministério da Saúde 685/2021, a partir desta quinta-feira (1º julho) serão cadastrados para a doação de medula óssea os voluntários com faixa etária entre 18 e 35 anos. Até então, eram contemplados doadores com intervalo de idade entre 18 e 55 anos.

 

A mudança ocorre para todos os hemocentros do País devido à portaria que reduz a faixa etária para a realização do exame de HLA (Antígeno Leucocitário Humano), necessário para a conclusão do cadastro do doador no Registro Nacional dos Doadores de Medula Óssea (Redome). O Hemoce já cadastrou mais de 210.000 mil pessoas para a doação de medula óssea, sendo o maior banco das regiões Norte e Nordeste.

 

Processo de doação:
– Caso haja compatibilidade com algum paciente, seus dados serão verificados e o doador será convidado a realizar novos testes sanguíneos.

– Se a compatibilidade for confirmada, o possível doador será convidado a efetuar a doação.

– Você será avaliado por um clínico e receberá informações

 

>O que é Medula Óssea?
A medula óssea é a matriz do sangue e se localiza na parte interna dos ossos semelhante ao tutano dos ossos do boi. Na medula óssea estão as células-mãe, ou seja, aquelas que dão origem aos glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

 

Quem necessita da doação de medula óssea?
Pessoas com doenças que comprometem a produção de sangue pela medula, como leucemias e aplasia de medula óssea, e crianças com algumas doenças genéticas congênitas.

 

Como funciona a compatibilidade de doadores?
25% dos pacientes têm possibilidade de encontrar doador compatível entre os irmãos. Caso não seja encontrado entre familiares, procura-se um doador compatível inscrito no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME).

 

Quais os procedimentos realizados com o doador compatível?
Se houver compatibilidade, o doador é convocado para um exame de sangue mais detalhado. O doador será avaliado por um clínico para verificar seu bom estado de saúde.

 

Qual a forma de doação?
É o médico responsável pela consulta do doador que irá informá-lo qual a melhor forma de coleta de células para o paciente que receberá a medula, de acordo com a doença e a fase em que se encontra.

 

Por que se registrar?
Para o paciente você pode ser a única possibilidade de cura. Assim, quanto mais doadores registrados, maior a chance de encontrar um doador compatível. Suas características genéticas serão colocadas no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME) para consulta quando necessário.

 

Como a medula óssea é removida?
– Máquina de Aférese:

Coleta realizada por um equipamento (máquina de aférese) onde é retirado apenas a parte O doador recebe um medicamento por 5 dias que estimula a proliferação das células-mãe, que migram da medula para as veias e são coletadas por acesso de veias periféricas. O processo de coleta por aférese dura em média 4 horas, até que se obtenha o número adequado de células. O único efeito colateral do medicamento é que ele pode causar dor no corpo, como uma gripe.

 

– Punção Direta:

Coleta realizada com agulha, na região da bacia. Retira-se uma quantidade de medula equivalente a uma bolsa de sangue. Para que não haja dor, é realizada anestesia e o procedimento dura 40 minutos. O doador fica em observação por um dia e após esse período pode retornar a suas atividades normalmente, não restando nenhuma cicatriz, apenas a marca de 3 a 5 punções de agulha.

 

Como os pacientes recebem a medula?
Depois de um tratamento que destrói a própria medula, o paciente recebe as células doadas por meio de transfusão. Em duas semanas, a medula transplantada já estará produzindo novas células.

 

Posso doar mais de uma vez?
Sim. Caso haja compatibilidade com outra pessoa, o doador poderá realizar uma nova doação. A medula se regenera em aproximadamente 15 dias.

 

 

Carteirinha do doador de Medula Óssea

 

O Hemoce informa, que conforme orientação do Registro Brasileiro de Doador de Medula Óssea- REDOME, o documento comprobatório de cadastro como Doador de Medula Óssea é a CARTEIRA DO DOADOR, pois a mesma, contém o selo do registro, o nome completo do voluntário a doador, bem como, seu número de identificação.
Vale ressaltar, que a carteira só poderá ser enviada depois de 90(noventa) dias, prazo para que os exames sejam liberados no sistema. Ademais, o REDOME, não indica o fornecimento de nenhum tipo de declaração para fins de cadastro.