lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Assessoria de Comunicação Notícias Doação de sangue pode ser feita após 48h da vacina contra gripe
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Doação de sangue pode ser feita após 48h da vacina contra gripe
Qui, 26 de Abril de 2018 14:02

alt

No Ceará, a campanha de vacinação contra a gripe teve início desde a última sexta-feira, 20 de abril, e o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará, Hemoce, da rede pública do Governo do Ceará, reforça que quem tomou a vacina contra o vírus H1N1 poderá doar após 48h após da imunização. “A recomendação é do Ministério da Saúde, valida para todos os hemocentros do País. A gente relembra  que todos aqueles que possam doar antes da imunização é uma maneira de exercer a cidadania sem precisar aguardar o período de inaptidão temporária, mas quem já se vacinou, basta aguardar um curto período para ajudar a salvar vidas com o gesto de solidariedade”, disse Nágela Lima, coordenadora da captação de doadores do Hemoce. 

Durante o processo da doação de sangue o voluntário passa por diferentes etapas até chegar à coleta de sangue. Uma delas é a triagem clínica onde acontece uma entrevista individual e sigilosa com um profissional de saúde para verificar se a doação pode ser feita naquele momento. Nesta etapa são abordadas algumas perguntas inclusive sobre a vacinação. “É muito importante que perguntas sejam respondidas com sinceridade, clareza e honestidade. Ainda na triagem clínica o candidato realiza o voto de auto-exclusão, onde ele confirma ou nega as informações prestadas sem expor diretamente suas respostas ao profissional da triagem”, conta Franklin Santos, diretor de hemoterapia do Hemoce. 

Todas as etapas da doação de sangue são realizadas para manter a segurança tanto do doador como do paciente que irá receber a transfusão de sangue. “Existem critérios para proteger o paciente e outros para o doador, como por exemplo, uma pessoa que está com a pressão sanguínea elevada no momento que se candidata à doação, é orientada que só poderá doar quando os níveis sanguíneos estiverem normais, isso é uma medida de proteção com o doador”, disse Franklin.  Após todas as etapas do processo da doação o sangue coletado passa por vários exames de sorologia como testes para hepatite B e C, sífilis, doença de chagas, HIV e HTLV I e II, além do NAT que é um exame especializado para detectar em menor tempo os vírus da hepatite B e C, e HIV. 

O Hemoce ajuda diariamente a salvar vidas de pessoas que depende das transfusões de sangue e transplante de medula óssea para sobreviver. O sangue doado na Hemorrede Estadual abastece os serviços de saúde entre hospitais, UPAs, policlínicas e clínicas de hemodiálise, atendendo cerca de 8 milhões de cearenses nos 184 municípios do Estado.

Quem pode doar sangue

Para ser um doador de sangue é necessário estar saudável, bem alimentado, apresentar um documento oficial e com foto, ter entre 16 e 69 anos e possuir mais de 50 kg. Os menores de idade devem apresentar o termo de consentimento assinado pelos pais ou responsável legal e anexar a cópia de documento oficial com foto do representante legal. O termo de consentimento está disponível no site www.hemoce.ce.gov.br

Assessoria de Imprensa do Hemoce

Natássya Cybelly
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
(85) 3101.2308

 

 

 

 

Calendário

Junho 2018
D 2a 3a 4a 5a 6a S
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30