lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Assessoria de Comunicação Notícias Hemoce é referência em tratamento de hemofilia
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Hemoce é referência em tratamento de hemofilia
Sex, 07 de Outubro de 2016 15:39

banner hemofilia hemoce

As pessoas portadoras de hemofilia costumam apresentar, além das dificuldades de coagulação em ferimentos, sangramentos internos, sobretudo nas articulações e músculos. Para dar uma melhor assistência a essas pessoas, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará – Hemoce, do Governo do Estado, tem o Ambulatório de Coagulopatias Hereditárias, que garante atendimento individualizado ao paciente hemofílico. A hemofilia é um distúrbio genético e hereditário que provoca deficiência dos fatores de coagulação (proteínas responsáveis por coagular o sangue).

Desde o começo do ano, as 526 pessoas com hemofilia atendidas pelo Hemoce contam com esse tipo de acompanhamento. Nele, os pacientes passam por uma avaliação dos hábitos e meios nos quais estão inseridos para que a equipe multidisciplinar do ambulatório faça uma adequação das condutas de tratamento caso a caso. De acordo com o hematologista Luiz Ivando Pires, “é feito um estudo do cotidiano, do histórico e das pretensões de cada um dos pacientes e, a partir destas respostas individuais e do tipo de sangramento mais comum, adequamos o tratamento”.

Os pacientes respondem a um questionário de qualidade de vida e passam por uma avaliação musculoesquelética, na qual são pontuados escores de saúde articular. Este questionário se soma a outras avaliações durante as consultas médicas e farmacêuticas, realizadas a cada três ou seis meses. Assim, os tratamentos se mostram mais eficazes para os pacientes.“O tratamento individualizado é uma tendência mundial que nós implantamos aqui no Ceará antes de outros estados. Ajustando a conduta para cada pessoa, evitamos os sangramentos constantes e proporcionamos mais qualidade de vida e inclusão social para as pessoas com hemofilia”, conclui Pires.

Para o servidor público Diego Victor Simões, que descobriu ser portador de hemofilia com uma ano e meio de idade e há 28 anos se trata no Hemoce, o atendimento individualizado permite “ter uma vida praticamente normal”. “Nos últimos anos, a forma de tratar a hemofilia ficou bem mais prática, não precisa mais vir ao hemocentro para administrar os fatores de coagulação, porque a gente recebe os remédios para tomar em casa. Quem faz a profilaxia direitinho, consegue evitar os sangramentos e ter muita qualidade de vida”, avalia.

O Hemoce é o único centro de referência do Ceará para o atendimento das pessoas com hemofilia, em todas as faixas etárias. O hemocentro de Fortaleza coordena todo este trabalho e também supervisiona o tratamento nas unidades regionais (Sobral, Crato, Iguatu e Quixadá).


Serviço:
Ambulatório de Coagulopatias Hereditárias do Hemoce
Endereço: Av. José Bastos, 3390 - Rodolfo Teófilo
Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, 7 às 18 horas
Informações: (85) 3101-2310



Assessoria de Imprensa do Hemoce
Tunay Moraes Peixoto
(85) 3101-2308/ 99947-7234


 

Calendário

Março 2021
D 2a 3a 4a 5a 6a S
28 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3