lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Assessoria de Comunicação Notícias Hemoce participa da XIV Semana Nacional de de Doação de Órgãos e Tecidos
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Hemoce participa da XIV Semana Nacional de de Doação de Órgãos e Tecidos
Ter, 25 de Setembro de 2012 11:43

 

A Secretaria da Saúde do Estado do Ceará, através da Central de Transplante do Estado, iniciou ontem, dia 24, sua participação na XIV Semana Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos. No Ceará, a ação ganhou força em 2003, quando a Fundação Edson Queiroz levantou a bandeira em favor da doação de órgãos. Segundo a Central de Transplantes, o estado deu um grande salto em número de doadores. Em 1999 foram registrados 1,8 doadores para cada milhão de habitantes, passando para 11,2 doadores em 2009. Isso significa um acréscimo de 522% nos últimos 11 anos.

 

Além disso, conforme a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), só no primeiro trimestre de 2010, o número de doadores efetivos no Ceará por milhão da população subiu para 19,1. Esse dado classifica o Ceará como o segundo Estado com maior número de doadores do País, ficando abaixo apenas de São Paulo, com 22,6 doadores. Até o fim do ano passado, o Ceará ficava em quinto lugar abaixo de Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul e do Distrito Federal.

 

 

Participação do Hemoce

 

A equipe do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), inicia hoje, dia 25 de setembro, sua participação na XIV Semana Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos. O Hemoce, juntamente com o Grupo de Apoio ao Paciente Onco-Hematológico (Gapo) realizou uma blitz e entregaram panfletos informativos para alertar sobre a importância do cadastro para doação de medula óssea, que no Ceará é gerenciado pelo Hemoce. Além disso, a equipe do Hemoce estará presente no Instituto Doutor José Frota (IJF), das 14h às 18h, realizando cadastro para doadores de medula óssea.

 

Atualmente, o Ceará tem cadastrado no Registro Brasileiro de Doadores de Medula Óssea (Redome) aproximadamente cento e onze mil pessoas. As informações armazenadas no Redome são pesquisadas na necessidade de um transplante. Os dados do paciente que precisa receber a medula são cruzados com os dos doadores que estão no Redome, para tentar identificar compatibilidade entre eles. A chance de encontrar uma medula compatível é de apenas 1 em 100 mil. Por isso, quanto mais doadores cadastrados no registro, mais chances essas pessoas tem de sobreviver.

 

Para se cadastrar, basta estar saudável, ter entre 18 e 55 anos e apresentar documento de identificação com foto, como carteira de identidade, de motorista ou de trabalho e comprovante de residência. O candidato preenche uma ficha com seus dados pessoais e colhe uma amostra de 10ml de sangue.
 
 
 
- - -
Suzana de Araújo Mont'Alverne

Assessora de Imprensa - Hemoce

 
 
 

 

 

Calendário

Agosto 2020
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5