lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Assessoria de Comunicação Notícias Cinco anos da realização do primeiro transplante autólogo
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Cinco anos da realização do primeiro transplante autólogo
Qui, 26 de Setembro de 2013 09:18

 

 

Na Semana Nacional de Órgãos e Tecidos, o Hemoce destaca a realização do primeiro transplante autólogo pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Ceará, em 26 de setembro de 2008. Desde o início do serviço, o Hemocentro em parceria com o Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) já realizou 99 transplantes. Até agora, foram realizados 32 transplantes, superando a marca de procedimentos realizados em todo o ano passado. O Ceará também se destaca pela alta taxa de sucesso após o procedimento com 95,3%.
 
Além disso, desde o início da criação do Núcleo de Medula Óssea do Hemoce, 169 pessoas já foram convocadas pela segunda vez como potenciais doadores para os testes de compatibilidade. O Hemoce já realizou cinco coletas não aparentada de doadores cearenses para pacientes internacionais, residentes na Itália, Estados Unidos e Portugal e dois nacionais, em São Paulo. Na coleta realizada para os Estados Unidos, o Hemoce recebeu um agradecimento do maior Centro de Excelência dos Estados Unidos, o National Marrow Donor Program (NMDP), por cumprir todas as exigências feitas pela instituição.
 
O Hemoce é responsável pelo cadastramento dos interessados em doar a medula óssea, desde o ano 2000. Atualmente, a Hemorrede Estadual possui mais de 119 mil pessoas cadastradas no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). É importante ressaltar que quanto maior o número de pessoas cadastradas, maiores as chances de encontrar um doador compatível. A compatibilidade entre o doador e o receptor é definida por um conjunto de genes, que devem ser iguais. Além disso, a chance de se encontrar um doador na família, como irmãos (mesmo pai e mesma mãe) é de apenas 25%. 
 
Cadastro de medula óssea
 
Para se cadastrar é muito simples, basta estar saudável, ter entre 18 e 55 anos e apresentar documento de identificação com foto, como carteira de identidade, de motorista ou de trabalho. O candidato preenche uma ficha com seus dados pessoais e colhe uma amostra de 10 ml de sangue. Vale ressaltar que no Brasil as chances de encontrar uma medula compatível é de apenas um em 100 mil, por isso, quanto mais pessoas cadastradas mais chances de compatibilidade.
 
O cadastro para doador de medula óssea é único, por isso, é importante mantê-lo atualizado. Se o cadastro foi realizado através do Hemoce, a mudança de dados pode ser enviada para o e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. . Caso não tenha sido feito através da Hemorrede do Ceará, o cadastro deve ser alterado através do site do Instituto Brasileiro de Câncer (Inca).

 

A medula óssea é um líquido que fica armazenado dentro de alguns ossos do nosso corpo e que tem como função produzir as células do sangue. Quando um paciente tem algum tipo de doença no sangue (leucemia, linfomas, alguns tipos de anemias e outras doenças congênitas) e precisa de um transplante de medula, ele pode se submeter a dois tipos de transplante: o autólogo, quando ele recebe células sadias retiradas da própria medula; ou o alogênico, quando precisa receber células da medula de outra pessoa.
 
 
- - -
Assessoria de Imprensa do Hemoce
Suzana de Araújo Mont'Alverne ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. / 3101.2308 / 8768.0618 / 9663.2344)
Twitter: @Hemoce
Facebook: Hemoce (Oficial)
 
 
 

Calendário

Março 2021
D 2a 3a 4a 5a 6a S
28 1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3