lai

Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

Página Inicial Assessoria de Comunicação Notícias Brasil no conselho da Associação Mundial de Doação de Medula
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Brasil no conselho da Associação Mundial de Doação de Medula
Qua, 19 de Janeiro de 2011 08:44


O diretor do Centro de Transplante de Medula Óssea do Instituto Nacional do Câncer, Luis Fernando Bouzas, foi eleito secretário para as Américas da World Marrow Donor Association (WMDA). “A indicação para o cargo demonstra a importância do trabalho que vem sendo feito no Brasil no setor de transplante de medula óssea”, acredita Bouzas, que começa na função ainda este mês.

O Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME) é o terceiro maior registro de doadores voluntários de medula óssea do mundo, atrás apenas dos e EUA e da Alemanha. Além disso, a Rede BrasilCord – que reúne os bancos públicos de sangue de cordão umbilcial – conta hoje com 11 unidades espalhadas pelo país. Estas realizações fizeram com que o Brasil se destacasse no cenário internacional do transplante de medula. O Hemoce de Fortaleza é sede para um dos Bancos de Sangue de Cordão Umbilical da Rede BrasilCord, inaugurado no ano passado pelo presidente Lula, e também faz parte do Redome, com 85 mil voluntários cearenses cadastrados.

A WMDA é uma instituição que agrega profissionais da área de transplante de medula óssea de todo o mundo com o objetivo de criar políticas e procedimentos para o setor. A Associação também busca melhorar tanto a captação de doadores de medula. Bouzas foi escolhido como secretário depois de uma votação entre os participantes da WMDA.

Fonte: Instituto Nacional do Câncer

 

Calendário

Agosto 2020
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5